Formação co-financiada PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 
Nota à Comunicação Social PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Porque ardem as florestas?

A Direção do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde Solidariedade e Segurança Social, presta a sua homenagem a todos os Bombeiros Falecidos, bem como desejo de rápidas melhoras a todos os feridos no combate a fogos.

Lamentamos profundamente que tanto o Presidente da República como o Primeiro Ministro, só tenham dado a cara depois de muito pressionados, nomeadamente através das redes sociais, bem como através de alguns partidos Politicos.

O Governo PSD/CDS, apenas está preocupado em reduzir os apoios sociais, salário mínimo e reformas, esquecendo assim aos voluntários que todos os dias arriscam a vida no combate aos fogos, que deixam assim para segundo plano a suas famílias, empregos e amigos.

O Sindicato denuncia a politica falhada dos respectivos Governos, ao longo de tantos anos  que tem sido adiada, após da perda de tantas vidas. O assunto chegou finalmente á Assembleia da República.

Tantos debates políticos efectuados, mas nenhum teve consenso sobre os fogos florestais.

  • Quanto custam os fogos florestais ao estado?
  • Quanto milhões são precisos para pagar indemnizações?
  • Quais os custos ambientais?

Já que as vidas humanas não tem preço.

  • Será que a nossa força aérea não podia participar no combate aos fogos florestais e prevenção?
  • Para que serve a nossa Engenharia Militar?
  • Seria possível fazer equipas mistas entre Bombeiros e autarquias, para por em pratica uma boa prevenção?
  • Seria viável reforçar os meios financeiros ás corporações de Bombeiros, tendo em conta a criação de mais postos de trabalho?
  • Qual a possibilidade de reforçar os meios de formação dos Bombeiros? Porque a que existe será suficiente?
  • Será que todos os coordenadores têm conhecimentos suficientes para comandar os meios operacionais?
  • Quantas horas pode um bombeiro trabalhar, e aguentar continuamente?
  • Todas estas perguntas e muitas outras que ficam por fazer, será que incomodam muita gente?

 

Porto, 10 de Outubro de 2013

A Direção

 
Convocatória Assembleia-Geral PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

Assembleia-Geral

Dia 14 de Dezembro (Sábado)

14,30 Horas – Sede do Sindicato

Nos termos do n.º 5 do artigo 29º, do artigo 30º e do n.º 1 do artigo 31º dos Estatutos do Sindicato, convoco todos os sócios para se reunirem em Assembleia Geral, no próximo dia 14 de Dezembro de 2013, pelas 14,30 horas na Sede do Sindicato, Praça da República, n.º 56 – 4º - 4050-496 - Porto,  com a seguinte

 

ORDEM DE TRABALHOS

  1. Leitura da Acta da Assembleia Geral anterior.
  2. Apreciação e votação do Plano de Actividades e Orçamento para 2014.
  3. Reorganização dos Órgãos  Sociais do Sindicato.
  4. Trinta minutos para discussão de outros assuntos de interesse para os sócios.

 

Porto, 14 de Outubro de 2013

Pel’A Mesa da Assembleia-Geral, A Primeira Secretária

Margarida Pinto Valente do Cabo

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Seguinte > Final >>

JPAGE_CURRENT_OF_TOTAL

STSSSS 2008 ® Todos os direitos reservados - Desenvolvido por EVOLUA